quinta-feira, 8 de julho de 2010

Busquei só o teu sorriso...




Embriaguei-me com as possibilidades...
Droguei-me com as minhas vontades...
Viciei-me em você...
Fazes-me falta...

Desenvolveu-me um grande interesse
pelos teus sentidos...

Teu sorriso
Compondo alegrias...
Tua voz
Transmitindo segurança...
Teus pensamentos
Fazendo-me viajar...

Teus sonhos
Dando-me vontades de realizar...
Tua força
Ensinando-me a acreditar...
Tua determinação em fazer o bem
Mostrando-me o teu coração...

Tuas fotos...
Tuas escritas...
Tuas músicas...
Tuas cores...
Teus amores...

Teu vôo sem despedida...

Se eu me deixar...
Passo todas as horas do dia a te pensar...
Hoje te guardo no meu coração...
Na simplicidade do meu universo...
Mas...
Tenho um orgulho em dizer...
Eu sei o que é Amar...

Fico com vontade de voltar o tempo e
começar tudo novamente...
Sair colorindo melhor as palavras...
Iluminando os momentos com as cores do coração...

Meus sentimentos não podem ser presos...
Cobertos por areias vindas das ventanias...
Minha liberdade sempre foi em sonhar e Amar...
Meus desejos sempre foram em estar...
Perto, bem perto...

Vem...
Teu sorriso sempre me despe...

Vem...
Derruba o muro que penso em construir...
Rasga o invólucro que encontrei pra minha alma...
Disseca o meu corpo com teus beijos...
Deixa o meu cheiro planar...
Deixa-me te Amar...

Ouve-me...
Ver-me...

Ainda estou aqui...

Busco só o teu sorriso!!!

2 comentários:

Marilu disse...

Lindo poema Nanci, derrubar muros sejam eles quais foram é sempre muito bom. Beijocas

Crônicas do Cotidiano disse...

È isso mesmo Nanci...
Derruba o muro! Solta a voz e sente a pele que toca pele, nua sensação!
Bjss na alma!