domingo, 9 de setembro de 2012

Estou aqui...



Sozinha sem nada temer...
Não existe o que perder...
Só a ganhar...
Só amar...

Só existe uma razão...
Um amor em forma de paixão...
Comoção... união...

Determinação... missão...

Tudo acontece em um determinado tempo...
É privilegio inapreciável...
Composto de fineza...
Beleza... leveza...
Grandeza que flutuam pelo ar...

Ah! Com é...

Considerável, incomparável, suportável...
Adorável, agradável, impenetrável...
Inviolável, inegável, indispensável...

Está presente nos meus sentidos...
Na minha total atenção...
Dentro do meu coração...
Com toda a distância...
Unidos...  

Você...
Povoas-me com miragens sem sobras...
Observadas e absorvidas pela minha alma...
Fazendo-me passear por todos os astros...
Adornando os meus dias...

Ah!
Como sinto falta dos teus risos...
Das tuas falas...
De o teu pensar...
De o teu amar...

Ah!
Flor da minha existência...
Que não tem ainda consciência...
Que o teu amor...

Foi sempre a minha busca!!!

Um comentário:

Expedito Gonçalves Dias disse...

Como sempre, lindas músicas acompanhando textos fantásticos.
Parabéns, menina!
Abraços!