domingo, 27 de junho de 2010

Nada é vazio...




O que é o vazio para você está ocupado
por sentimentos que fogem aos teus sentidos...
É o universo que não vemos...
Que escapa sem vontades animadas
querendo ser como
todos os astros que se movem no espaço...

É no vazio que se condensa as ilusões espalhadas...
O coração tem sempre sua influência...
Sonhos viajam como cometas...

O vazio é povoado de dores...
Lembranças de desejos...
É...
Onde reside a saudade dos sonhos...
Regada por lágrimas...
Muitas lágrimas...
Mas...
Pouco a pouco sentimos que estamos vivos...

Enxergamos que tudo tem um propósito...

Neste instante cessa a força de dispersão...
Não podemos permanecer mais
num estado latente e inerte...
Somos sementes propicias a eclosão...
Fazemos parte deste mundo...

Sempre vem uma pergunta...

Onde estávamos nós?

_Estávamos com os nossos olhos em outro planeta...
_Em estado fluídico, no espaço do nosso coração...

O vazio nos preenche do que somos...
Após navegar por um vazio profundo,
criaremos uma nova existência...

Sentiremos nossas moléculas formando um novo cristal...
Inventaremos condições necessárias de lapidação...
Conservamos dentro de nós a força da vida...
Em circunstâncias favoráveis ou não...
Existe o principio de vitalidade...

O rumo das nossas vidas depende da nossa mente...
A mente é a fonte da felicidade...
Nossos pensamentos geram atitudes...
Todos os nossos sentimentos possuem energias...

Mesmo contemplado um mundo mental...
Podemos plantar as sementes no mundo real...
Com medidas concretas...
Seremos capazes sim...
De...
Realizar sonhos...

Imagine sempre algo bom...
Tenha sempre afirmações positivas...
Plante a semente de “ação”...
E acredite em você...

Somos os responsáveis em melhorar os nossos dias...
Somos os responsáveis em criar a ALEGRIA...

Somos todos...
Seres especiais...

2 comentários:

MENEZES disse...

É mas as vezes um "não é nada!" tá cheio de significado! Olha tem concurso lá no blog! Manda ver! bjs

Crônicas do Cotidiano disse...

Nada é vazio...
Creio que as vezes esse vazia está em nós, mas também ele se apresenta naquela coisa de fora, que tanto e tanto queremos ter por dentro!
Bjkss e linda poesia