domingo, 9 de março de 2008

DIA INTERNACIONAL DO HOMEM ...


PARABÉNS!!!


Hoje como sendo nosso dia,
podemos sorrir ou chorar.
Podemos sentir ou viver ou
apenas continuar a nos esconder.

Soa até bonito, forte...

"DIA DO HOMEM".

Sim, somos homens em terras de lua clara,
onde a luz que nos guia o caminho,
não vem de nós e nem de nossos mais
rogados desejos.

Temos uma pequena chama que se acende ao
primeiro choro e que deste momento em diante,
parece que fazemos de tudo para que "ela",
não tenha uma força maior, uma maior clareza.

Somos lindos sonhos, quando filhos.
Meninos arteiros, cientes do machismo
nato, da forma dura de levar "a" vantagem.

Somos adolescentes conscientes de nossa
força física.
Nada pode nos deter, muito menos o amor,
que é coisa de... de uma luz.

Suamos, urramos, odiamos em nossas formas
de esportes, de guerras,
da afirmação de uma chama efêmera
da razão que nos conduz.

Somos vitimas do primeiro amor,
digo, dizemos e comprovamos com nossos
iguais, como sendo nossa entrada no mundo
dos machos.
Amor, jamais... Sexo e olha lá...

Nesses dias, outra chama ainda mínima,
brota sorrateira em nossos peitos.
Existe alguém que não pode ser amor e
sexo nem pensar.
Quem sabe sonho?

Vagamos em demonstrações de firmeza e poder.
mas em nossos travesseiros, viajamos
pelo corpo daquela que não nos quer,
daquela que é apenas insegurança.

Triste e sem forças, procuramos outros como nós,
para nos reforçarem a posição de ser um "ALFA".
Um ser abençoado pela historia que nós mesmos
contamos através dos tempos.

Os ideais afloram.
Alguns com certezas, outros com drogas ou dogmas.
Mas vencemos também essa fase, essas batalhas,
ganhamos sós.
Somos homens, não precisamos de ninguém.

Procuramos, vasculhamos nosso destino.
Precisamos procriar achar um objeto
para nosso controle, para nosso uso.

Casamentos, festas, trabalho, filhos e
bebedeiras aos domingos.
Mas se cegos ficamos, pra que se preocupar,
se horas foram gastas no cabeleleiro,
se o vestido esta caindo feito uma luva,
se ao apagar da luz, apenas o cheiro ,
o gosto e a insensibilidade prevalecem.

Afinal somos homens e homens não percebem
luzes ou corações iluminados.
E assim vamos sendo egoístas,
mesquinhos e idiotas.

Um dia do ano como nosso, é muito, pois
nada, merecemos.

Tenho certeza que se conseguíssemos enxergar
de onde nasce de onde vem, essa luz
que não reconhecemos que não damos valor.
Com certeza seriamos, ao menos,
homens de verdade.

E hoje, como sendo nosso dia,
podemos sorrir ou chorar.
Podemos sentir ou sobreviver ou
apenas continuar a aprender
de ti MULHER,
pois como diz um ditado qualquer...

És a LUZ que procuramos e
que só em teu coração,
pode ser encontrada.

Obrigado e parabéns pelos 364
outros dias do ano...

RILTON


Parabéns Poeta... As MULHERES do nosso planeta te agradecem!

OBRIGADO!!!


Um lindo beijo na tua ALMA!